A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Persona




Eu,
Que nesta mutação vou me perdendo,
E no casulo destes poucos anos
Limitada - mente
Fico assim, acabrunhada, ardendo
Descontente
Todos os dias , ao recolher pedaços
Pistas,
Arroubos psicanalistas
Que encontrar-me é mais forte que viver
E completar-me, mais mágoa que morrer.

Lá longe tem um mar. E além mais outro.
Atrás desse universo tem eu mesma.
E fico assim
Feito estrela
Borboleta
Fechada aqui qual mapa de tesouro
No mar que tem lá longe do outro mar.

E nesta mutação vou me esquecendo
Num canto das minhas ternuras
Brinquedos
Fechada qual caminhante
Nesta noite que se afoga
Nas águas de si mesma.


Queen of Hearts (Vera Muniz - 1976)

4 comentários:

Gleidston dias disse...

Olá Vera,
encantado com seu espaço, suas escolhas em cada poema publicado evidencia o seu bom gosto,parabéns!

Desejo a voce uma otima noite.

bjss

Flor ♥ disse...

Boa noite, Madalena. Que poema lindo da Queen... ela arrasa, né???

Amei!


Beijinhos...

Eduardo Santos disse...

Olá! As minhas desculpas pela entrada inopinada. Caí neste magnifico espaço, foi um prazer percorrer esta calçada de bom gosto e poesia, parabéns por estes textos que nos deixam deslizar suavemente através da imaginação dos poetas. Obrigado por estes momentos. Se me permitir, voltarei.

Sonia Schmorantz disse...

Flores para você

Para você enfeitar o seu dia,

lhe trazer mais alegria

mais paz a cada minuto.

Flores

Para você pensar na vida com mais carinho,

e não se esquecer que por você

carrego o sentimento mais sublime:

A amizade!