A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

terça-feira, 26 de junho de 2007

'IRMÃS GÊMEAS'



A solidão é minha companheira.
Um dia bateu a minha porta
E veio morar comigo.
Ela me acompanha,
Embora não seja boa companhia,
Segue os meus passos pela vida,
Vai aonde eu vou
E jamais me abandonou...

Ela é irmã gêmea da saudade,
Andam sempre juntas.
Quando entes queridos
Encontram a separação,
Uma não vive sem a outra,
A primeira castiga
E a segunda causa dor...

Começam com a mesma letra
E o mesmo número possuem.
São sete letras apenas,
Uma nos acompanha
E causa curtição,
A outra busca seu abrigo
No âmago do coração...

Olympiades G. Corrêa

3 comentários:

geane disse...

Que lindo! porém, triste!

rafaela disse...

Muito bela a música e o poemas.

rafaela disse...

Esse ar melancólico e essa música belissima se fundiram muito bem.