A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

É um sonho esta vida...


É um sonho esta vida,
mas um sonho febril de um instante único.
Quando dele se acorda,
vê-se que tudo é só vaidade e névoa...

Oxalá fosse um sonho
bem profundo e bem longo,
um sonho que durasse até á morte!...
Eu sonharia com o meu e teu amor.

Gustavo Adolfo Becker

*Gustavo Adolfo Domínguez Bastida
(Sevilla, 17 de Fevereiro de 1836 - Madrid, 22 de Dezembro de 1870)
Poeta e escritor espanhol, um dos expoentes da literatura romântica.

3 comentários:

Silvia disse...

OI, Maria Madalena
passei para ver os lindos textos do blog e para desejar uma ótima semana.
Abraço

Caminhos Poéticos disse...

"Um amigo vem e segura a sua mão ou te abraça. Não perca essa oportunidade - porque Deus veio na forma da mão, do abraço, na forma do amigo".

(Osho)

Beijos de coração prá coração...M@ria

Sedentário disse...

Perfeito a magia da tua poesia é como um sonho depois de um dia magico. Abraços!!