A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

"Razões adicionais para os poetas mentirem"



Porque o momento
no qual a palavra feliz
é pronunciada,
jamais é o momento feliz.
Porque quem morre de sede
não pronuncia sua sede
Porque na boca da classe operária
não existe a palavra classe operária.
Porque quem desespera
não tem vontade de dizer:
"Sou um desesperado".
Porque orgasmo e orgasmo
não são conciliáveis.
Porque o moribundo em vez de alegar:
"Estou morrendo"
só deixa perceber um ruído surdo
que não compreendemos.
Porque são os vivos
que chateiam os mortos
com suas notícias catastróficas.
Porque as palavras chegam tarde demais,
ou cedo demais
Porque, portanto, é sempre um outro,
sempre um outro
quem fala por aí,
e porque aquele
do qual se fala
se cala.


Hans Magnus Enzensberger
(Alemanha- 1929)
Antologia Bilíngue - Tradução Kurt Scharf e Armindo Trevisan

4 comentários:

Sight Xperience disse...

Fabuloso este jogo de ser e não ser!
As minhas visitas a este seu espaço são sempre momentos de grandes descobertas!

Obrigado por partilhar desta forma singela toda a sua sensibilidade e conhecimento!

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha.
Excelente espaço para reflexão.
Certamente voltarei mais vezes.
Convido a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Saudações Florestais !

Barbara Bastos disse...

Amei!!
Um poema cheio de verdades!!!!
Fantástico!!
Bjs

Rosi G.C. disse...

Este blog é sensível,triste e alegre,surprendente; emociona, e nos conquista para voltar, e voltar, sempre.
Será que poderíamos imaginar um mundo sem poesia? Crie,inove, ouse outros sequer tentaram:o seu mundo, com certeza será belo, e tocará as pessoas até que também o queiram para si...Te deixo um abraço, e te convido para visitar o meu:www.rosigilc.blogspot.com.br: não vale não comentar!Tchau!