A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Há uma solidão no céu



Há uma solidão no céu,
uma solidão no mar
e uma solidão na morte.
Mas fazem todas companhia
comparadas a este local profundo,
esta polar intimidade,
uma Alma que reconhece a Si mesma:
finita infinidade.


Emily Dickinson
Tradução de Paulo Mendes Campos

3 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Emocionante a profundidade destas palavras!
Beijos, um lindo final de semana para ti Madalena e aos teus.

Maria L. Bózoli disse...

Ótima escolha Madalena!
Lindíssima. Excelente semana!

Beijos____M@ria

Maria L. Bózoli disse...

lindíssimaaaaaaaaaa.....Parabéns MaDALENA. óTIMA SEMANA

bEIJOS ....m@RIA