A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

domingo, 2 de março de 2008

"Ao mundo..."



Vai entender os poetas,
os que almejam o fluir
dos rios indômitos, dos cantos
dos pássaros notívagos
e da manhã.
Alcançariam tal intento
quando a fatalidade os desperta,
(real tormento)
a cada incauto morder de romãs?
Sim, pois que destilam os sonhos
nas entrelinhas.
Ao mundo
o que é do mundo;
ao estado límpido de alma
(entendamos os poetas)
o que da longa tradição
dos pastores, da poesia.


(Fernando Campanella)

2 comentários:

Fernando disse...

MUITO OBRIGADO, MINHA QUERIDA AMIGA, PELAS POSTAGENS DE MEUS TEXTOS EM SEU BLOG. MARAVILHOSO TRABALHO QUE ENOBRECE MEUS POEMAS. ESPERO QUE CONTINUEMOS NOSSO INTERCÂMBIO POÉTICO, TENHO AINDA MUITOS ESCRITOS PARA TE ENVIAR. GRANDE ABRAÇO A TI, QUE COMO AFONSO, PASSA A CONSIDERAR COMO UM MESTRA DE NOSSOS UNIVERSOS POÉTICOS. LINDO TEU BLOG.
FERNANDO CAMPANELLA

Maria Madalena disse...

Eu que agradeço, do fundo do coração,a dádiva de ter te encontrado.
Sempre terás teu espaço aqui, e onde quer que eu ande...
Obrigada por fazeres parte de meu mundo poético.
Obrigada por você existir.
Grande abraço, da amiga
Maria Madalena.