A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

domingo, 13 de maio de 2012

"CAMINHANTE"

Sem rumo, sem norte
sem prumo,
mergulhei na vida,
Morros escalei, curvas venci
e em algumas mágoas me feri.
O vento da solidão fustigou
soltando as folhas da saudade,,
que amenizaram o caminho,
que os desenganos cavaram.
Trajando o clássico cinza,
o inverno chegou gelado,
nublado, querendo intimidar.
Esperando por trás da janela,
com o olhar verde terno
eu o consegui aquecer.
Que cessem os ventos
e tinjam-se de cores os vales!
É hora de despertar a ilusão,
semear a esperança
e fecundar novamente o coração.
Novo ciclo vai recomeçar...
É preciso espalhar quimeras no ar...


Wadad Naief Kattar Camargo

Um comentário:

Cantinho da Ione disse...

Olá maria Madalena,
também sou amante de poesias,muito lindo seu blog e as poesias.Parabéns!!!!
venha fazer parte do meu blog
http://gospelcantinhodaione.blogspot.com.br/ e http://poeartes.blogspot.com.br/
Beijos!!! Jesus Te Ama!!!