A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

domingo, 7 de dezembro de 2008

É UM NÃO QUERER MAIS QUE BEM QUERER *



I

Gosto de ti apaixonadamente,
De ti que és a vitória, a salvação,
De ti que me trouxeste pela mão
Até ao brilho desta chama quente.

A tua linda voz de água corrente
Ensinou-me a cantar... e essa canção
Foi ritmo nos meus versos de paixão,
Foi graça no meu peito de descrente.

Bordão a amparar minha cegueira,
Da noite negra o mágico farol,
Cravos rubros a arder numa fogueira!

Eu eu, que era neste mundo uma vencida,
Ergo a cabeça ao alto, encaro o Sol!
- Águia real, apontas-me a subida!


Florbela Espanca

*Aos dez sonetos seguintes, numerados de I a X, serve de título este verso de Camões.
Sonetos publicados no livro "Charneca em Flor" 2ª edição,publicação póstuma, Lisboa 1931.

8 comentários:

Flor ♥ disse...

Bom dia, meus queridos!

Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House... Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada... A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês... Conto com a compreensão de todos... Beijos!

Flor ♥

Serena Flor disse...

Florbela é divina e estou hiper feliz de também ter participado desta linda blogagem.
Hoje a blogosfera exala um doce perfume desta mulher com nome de Flor...bela!
Me encantei com sua homenagem...parabéns!
Beijos e adorei seu post.

Georgia disse...

Sensacional. Ela escria como ninguém.

Um abraco

Du disse...

"Florbela é a flor maior da poesia romântica,
é o sofrimento em versos de um soneto
é o amanhecer mais belo de um encanto
é aquela que se perdeu pra se encontrar."
(Lustato)

REGGINA MOON disse...

Madalena...
Muito bom poder fazer parte desta Homenagem!
Vim lhe fazer uma visita, neste local tão encantador e parabrnizá-la, também, por sua linda blogagem!
Beijos.......
Reggina Moon

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Gente! Mais uma chuva de poesia! Muito bom! E a música!? Linda!!!

Isto é o que eu chamo de uma corrente do bem! Como é que se poderia chamar uma iniciativa que enche de poesia a blogosfera? Aqui está uma excelente oportunidade para que todos conheçam um pouco mais sobre a genial Florbela Espanca.

Eis um trecho de "Ser poeta", de Florbela:

"Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!"

Parabéns a todos que estão participando!

Sensata Paranóia

Vanessa disse...

Olá, estou participando da coletiva tb e passei para conferir sua participação. Parabéns.

Abraço

EternaApaixonada disse...

*****

Vim conhecer seu espaço e deixar um abraço! Gostei muito!
Linda homenagem à amada poetisa!
Também participei com meus blogs. Ontem devido congestionamento não consegui visitar os blogs participantes da Blogagem Coletiva, que foi um sucesso!
Tenha uma ótima semana!

Sintonias do Coração

ETERNOS SONHARES

Coisas da Helô ©


*****