A alma é um cenário.
Por vezes, ela é como uma manhã brilhante e fresca,
inundada de alegria.
Por vezes ela é como um pôr do sol...
triste e nostálgico.

-Rubem Alves-

Seja bem-vindo. Hoje é
Deixe seu comentário, será muito bem-vindo, os poetas agradecem.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Maresias


São tumultos
são ondas
marés
motins.
São vagas
tão bruscos
os movimentos
da água
onde eu
navego.

Miriam Portela

Um comentário:

M@ria disse...

A lágrima com o brilho do cristal,
banha o teu rosto, a tua história;
a maior força do bem sobre o mal,
traça as honras da tua vitória...

Oswaldo Genofre

Amor & Paz no seu dia...M@ria